17 de abr de 2015

Indefinida



Sou de lua,
De sol,
De chuva
Fico brava
Levo na esportiva
Mil vezes erro
Corrijo o corrigível
Do anonimato
Sou João
Sou Maria
Sou brisa
Sou ventania
Da cara limpa,
Sou a cara pintada
Do riso
Sou a gargalhada
Sou correnteza
Rio de lágrimas
Do improfundável
Sou o acessível
Sou o resultado
Do indivisível
Sou razão
Emoção
Sou indefinida
Penso, repenso
Respiro...
Vivo.

(Lu Nogfer)



23 comentários:

vendedor de ilusão disse...

Não és indefinida, és magnífica!
Beijo.

lis disse...

Que linda tu és!

Marcia disse...

Ah que linda!!!Quanta sensibilidade. Um banho de poesia todas as vezes que passo pra te ler.
Parabéns menina poeta.

Lindíssima a musica

Vi que vc postou no atitude. Demorou mas voltou ne!rs
To indo lá amiga.
Beijo

Ghost e Bindi disse...

E ainda bem que és assim! Pois se podemos ser esse infinito de possibilidades, porque ser pouco?
Um grande abraço, Lu


¸¸.•*¨*•*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` ¤ Bindi & Ghost

PEQUENOS DELITOS RENOVADOS disse...

Esqueceu-se de tanta coisa e lembrou-se de tudo..
A mulher poeta é mesmo assim... densa, cheia de contradições, de erudições.
Mas cheia de força, fé e amor.
Um doce de poeta a LUNOGFER.....
Beijos moça!!!

Elvira Carvalho disse...

Uma mulher completa e bem interessa.
Um abraço e uma boa semana

Patrícia disse...

Lu,sensacional !
Amiga , eu sou é de lua kkkk
Adoro infinito particular da marisa.
Adorei o post, bjs

Pedro Luso disse...

Lu,
Gostei de "Indefinida", seu belo poema (e gostei também da arte em vídeo). Parabéns.
Abraços.

Vera Lúcia disse...


Atraente perfil.
Lindo poema, querida!
Sempre magnífica em seu poetar.

Beijo.

ReltiH disse...

ERES MARAVILLA!!!
BESOS

Dênis Girotto de Brito disse...

O poema inteiro poderia ser resumido em um único verso: "Sou mulher". rsrs
Mulheres são realmente indefinidas, duais, indecifráveis, ..., oscilam em sentimentos antagônicos, são nada e são tudo. Adorei o poema, Lu.

Abraços do Girotto. :)

Meus blogs literários:
O Poeta e a Madrugada (Contos e Poesia)
Dark Dreams Project (Contos de suspense e terror)

Samuel Balbinot disse...

Bom dia querida Lu.. assim somos todos nós.. um misto de tudo..
nunca consegui fazer uma poesia assim curtinha com duas palavras por linha.. rimas que me perseguem rssr
ficou gracioso.. bjs

A.S. disse...

Tu... és o Poema!...


Beijos,
AL

A Palavra Mágica disse...

Um infinito particular e uma amiga que declara publicamente seu amor pelos amigos e pela vida. Bom fazer parte deste círculo. Bom fazer parte deste infinito de emoções.

Beijo meu!
Alcides

Patrícia disse...

Vim desejar um feliz dia do trabalho, minha amiga poeta! Bjs

Lu Nogfer disse...

Muito obrigada, Pat. Pra você também, minha querida amiga!
Beijos!

--------------------------

Desejo a todos os amigos um ótimo feriadão!

Abraço apertado!

Bandys disse...

Oi Lu,
Muito bom.
Eu tambem sou assim,
Sou Luz e escuridão
Sou tudo e nada
Sou céu e sou chão
Sou porto e solidão.

beijos minha linda um ótimo sabado.

Daniel Andre disse...

E viver é experimentar todos os dias uma gama de emoções. Homens e mulheres são assim. Poema tão lindo e brilhante, curtinho e emocionante, grande poetisa, como sempre.

Abraços,
Dan.

Daniel Andre disse...

E no final, todos nós somos uma mistura de sentimentos, dessa grande arte que é viver. Amei teu poema amiga ! Tão simples e brilhante, belo e elegante, parabéns sempre !

Dan
http://gagopoetico.blogspot.com.br/

Lisiane Fagundes disse...

Palavras pontuais, assim somos!
O ser humano e suas "mil" facetas. Quando gostaríamos que apenas UMA imperasse na humanidade, a faceta do romantismo.

Beijo enorme

Cristal Azul disse...

Lindo poema parabéns!
Teu blog é lindo!
Beijos.

Lu Sam disse...

Podemos ser tudo o que quisermos!
beijos.

Lu Nogfer disse...

Muito obrigada a todos os amigos pela presença e pelas palavras sempre tão carinhosas!

Quero agradecer também a presença dos novos leitores.
Muito obrigada pelas palavras e sejam muito bem-vindos!
Logo estarei passando para conhece-los.

Um abraço apertado em todos!