22 de jan de 2015

É a vida...

Oi Gente!

Falar um pouquinho de mim neste blog, é raridade, não é mesmo? Mas vamos lá só pra mudar.
Só que não... Eu tenho mesmo umas coisitas pra dizer.

Eu sei que eu ando meio devagar por aqui, mas como disse no comentário do texto anterior, eu sou afobadinha em início de ano.(risos) Eu gosto de aproveitar o momento que estou com a corda toda para dar o pontapé inicial nas programações do ano.
 Eu sou deste jeito,  mas logo, logo eu vou diminuindo os passos. Até porque, não é bem pressa. É atitude mesmo.

Aproveitando a deixa, quero falar um pouquinho sobre o texto de hoje.
O escrevi, logo após ter reencontrado com o meu irmão que na época,(faz tempo) havia tempo pra caramba, que não o via.
Não é por ser meu irmão, não, mas ele é o cara mais camarada e divertido que eu conheço.
Um encontro com ele é motivo suficiente pra gente rir à toa e é até inspirador...
 É o meu irmão mais velho, filho do primeiro casamento da minha mãe. E como eu perdi meu pai muito cedo, ele sempre foi um paizão!
Neste reencontro, não me lembro em que conversa foi, que eu o disse que se ele não existisse, eu o inventaria. E ele me respondeu exatamente com estas palavras e com todos os pontos e vírgulas, que se eu estivesse lá, na hora H, na competição da vida...(Entendeu, né?rs) ele não existiria mesmo, pois me daria a vez!
É mole ou quer mais?! O cara é uma piada! rsrs

Ah! E me lembrei de uma coisa:
Você deve ter percebido que eu uso muito, o diminutivo das palavras nas conversas...
Embora, eu sempre lesse, o  grande "Poetinha", não foi com ele que eu peguei o hábito de usar as palavrinhas assim, não. Foi desde criança, com este meu querido irmão. Ele tem mania de diminutivo e eu também!rs
É um moço muito amado por todos à volta! Há tempos, comecei a escrever uma história em versos, em homenagem a ele, mas não sei onde foi parar. (O que tenho de organizada em casa, tenho de desorganizada no PC. Afff! Minhas pastas estão a maior bagunça!) Assim que encontrar o texto, vou terminar e estarei postando.

E um detalhe:
Apesar de ter me inspirado na piada amorosa do meu irmão, não é dele diretamente que falo no texto. É de mim, é de você, é de todos nós e é dele, também, que falo.
Por hoje, é isso.

Eis o texto...
Boa leitura e muito obrigada pela visita!

O Milagre da Vida
















Competidores se preparam
É dada a largada
Todos querem chegar
É grande a velocidade

O dia em que cheguei na frente
Venci porque você não estava lá
O dia em que estava
Foi você, o grande vencedor

Na maior competição da vida
Você chegou em grande estilo
Foi um grande dia aquele
Em que você foi concebido

Linda química te formou
Matemática não te explica
A ciência tenta mas não define
O grande milagre da vida

Em nove meses recebe
O maior prêmio da vitoria
Do encontro de dois seres
Que outras vidas, procriaram

E a vida se inicia
No grito e no silêncio
Fazendo incansáveis alunos
Ensinando o passo a passo...

E neste grande espetáculo
Não ha mocinho nem vilão
Somos eternos aprendizes
Somos todos heróis

Não importa o tom da pele
Nem a textura dos cabelos
Numa incrível irmandade,
Somos únicos e iguais

Somos lutadores, vencedores
Somos filhos da terra
Somos milagres abençoados
Somos Adão, somos Eva...

Pequenas criaturas
Do Grande Criador
Cada um gratificado
Com o devido valor

(Lu Nogfer)




31 comentários:

Lu Nogfer disse...

Eu havia postado o rascunho da reedição, gente. Eu sou um caso perdido de desatenção!rs
E troquei o vídeo também que não aparecia as imagens.
Tudo certinho agora. Eu acho.

Beijinhos e linda noite a todos!

Gracita disse...

Boa noite Lu
Que poema lindo! "Na vida somos todos vencedores" grande verdade pois somos filhos de Deus e portanto vencedores. Para o Criador não há vencidos. Parabéns!!!
Beijos

Ricardo- águialivre disse...

Poema muito bonito, sedutor e profundo

As asas do vento são o nosso pensamento em imaginário. Quem nunca viajou nelas?

Cumprimentos

Ando por aqui: http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Elvira Carvalho disse...

Um lindo e muito real poema.
Um abraço e bom fim de semana

A Palavra Mágica disse...

Muito bom falar de coisas boas Lu Maravilha! Um irmão amigo é realmente um presente de Deus, somos ganhadores em todos os sentidos.

Grande beijo!
Alcides

vendedor de ilusão disse...

Rever entes queridos depois de tanto tempo, causa emoção e nos tira as palavras, mas você, no entanto, expressou e expôs tua emoção de forma belíssima...
Beijos.

Marcia disse...

rsrs
Tao bom estar com pessoas assim, né Lu! Bem humoradas!E que momento sublime, o de reencontrar pessoas tão queridas ainda mais sendo um irmaozão deste!
E que linda a tua inspiração louvando esse lindo milagre da vida. Sabemos que se não fosse Deus com seus mistérios a dar vida a tudo, não haveria ciência alguma que o pudesse fazer.
Lindo o teu celebrar.
Parabéns.

PS.Eu tb amo começar o ano com esse pontapé certeiro pra que as coisas vão logo tomando forma senão não adianta a gente ter programado nada, né?
Bela atitude!
Beijinhos, Lu.

Moacir Willmondes disse...

Bonita homenagem, Lu.

Irmãos são partes de nós, não é mesmo...

Que tenhamos essas disposição contagiante o ano inteiro.

Lu Nogfer disse...

Verdade Will, mas eu sinto que tenho rodinhas nos pés é no inicio e no final do ano. Uma vontade de tudo! É coisa de louco isso!rs Mas la pro outono(minha estação) eu dou uma desacelerada, sabe. Acho que o corpo que pede.

---------------------

Obrigada a todos pelo carinho!

Linda tarde de verão e beijos!

ReltiH disse...

SIEMPRE TUS TEXTO TAN BELLOS.
UN ABRAZO

PEQUENOS DELITOS RENOVADOS disse...

Lu... que você receba todas as bençãos do céu....que você seja uma competidora vencedora.... Tua grandeza está nos teus versos:
"E neste grande espetáculo
Não ha mocinho nem vilão
Somos eternos aprendizes
Somos todos heróis

Não importa o tom da pele
Nem a textura dos cabelos
Numa incrível irmandade,
Somos únicos e iguais..
Um abraço do amigo

Rita Sperchi disse...

Que bom sabe rum pouco de sua vida
e o poema como sempre arrasando

Bom domingo

└──●► *Rita!!

A.S. disse...

Ler vc é sempre um doce fascinio!...


Beijo!
AL

Samuel Balbinot disse...

Muito boa tarde querida Lu..
descreveste lindamente o mais belo dos milagres..
e fiquei muito feliz de ler pois é a obra que estou a fazer..
é tudo sobre esses assuntos de nascimento.. fiz 9 poesias neste sentido.. como se fosse uma fala em poesia da mãe com seu bebê ainda esperando por nascer.. vou ver o que consigo fazer..
tenho mais duas encaminhadas.. uma sobre o primeiro contato e outra sobre amamentar..
parabens pelo escrito.. beijos e até sempre

Lu Nogfer disse...

Que bom meu amigo Samuel. Você é fera em qualquer assunto. Carrega o dom na alma e nas pontas dos dedos.
Como disse hoje ao Viviani em relação aos correios, te digo o mesmo: Problema de entrega resolvido, logo poderei ler as tuas obras em casa, também!
O livro do Moacir Willmondes, eu recebi direitinho mas outros que pedi logo em seguida, entregaram em minha vizinha. Ainda bem que ela é honesta.
Continua a mesma zorra! Os carteiros ultimamente, andam cheios de preguiça. Eles nao querem ter o trabalho de bater de casa em casa.
Mas parabéns por mais esta obra ja engajada!
Beijos e até sempre!

-------------------------------

Obrigada a todos os amigos.
Linda tarde de domingo a todos!

Beijos, beijos...

Scorpion disse...

A vida realmente é um milagre. São outros tantos milagres ao redor de nós,que não percebemos.Acho que a inspiração é um milagre,é um privilégio saber colocar no papel, de um jeito bonito como você fez, o que se passa na nossa vida ..Gostei do seu poema..paz e poesia

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Encontrar alguém
que amamos,
é também encontrar
muito de nós
em nós mesmos.
Partes esquecidas
na nossa pressa
de chegar não se sabe onde.
E se este alguém nos alegra,
e se nos inspira,
aprendemos a nos ver
em quem nossos olhos veem...

Que ainda haja estrelas
em seu coração,
é o que deseja minha vida para a tua.

O Sibarita disse...

Eita dona moça retadinha môdeu! kkkk

Sua menina, seu texto é muito emocionante mesmo! Poxa essa sintonia entre você e seu irmão, realmente, é invejável! Que bom né não? kkkkk

Vocês são carne e unha, repare... kkkkk

O bom é que nessa encarnação ao menos, vocês, como irmãos de pais diferentes exemplificam o quanto é bom o verdadeiro amor entre irmãos!

No seu belo texto fica claro para mim que a humildade do seu irmão aliado ao seu jeito de ser com o coração imenso, cheio de bondade faz a diferença, é isso!

PARABÉNS AO SEU IRMÃO E A VOCÊ POR ESSE EXEMPLO AFINIDADE E CUMPLICIDADE!

Raaappaaaazzz... kkkk A criatura é gente boa mesmo! kkkkkkkkkk

O Sibarita

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Gostei da partilha... e também do poema que não deixa de ser uma homenagem :)

bjo amigo

Nilson Barcelli disse...

É linda a forma como falaste do teu irmão. O texto chega a ser comovente, pelo amor que as tuas palavras carregam.
O poema é belíssimo, também gostei muito.
Resumindo, fizeste um excelente post.
Bom resto de semana, querida amiga Lu.
Beijo.

Labirinto de Emoções disse...

Olá Lu
O poema é lindíssimo, mas já vem sendo habito eu gostar da tua poesia..:-))
Reencontrar a família é sempre muito bom, e irmãos, são na generalidade extensões de nós mesmo, era sempre assim no meio de gargalhadas que eu e o meu falecido irmão nos reencontrava mos.
Um beijinho.
Teresa

AC disse...

É isso, Lu, o milagre da vida é eterno espanto.

Um beijo :)

ONG ALERTA disse...

Coisa boa poder reencontrar teu irmão, família é tudo.
A vida é um milagre todo dia, beijo Lisette.

Lindalva disse...

Um leão a cada dia :-) Viver é isso. Cada ser um em especial. Olá amiga vim te abraçar dizer que mesmo que você não esteja participando do Top Blogueiro, brincadeira pelos 5 anos de Renascimento da Ilha ficaria feliz se você fosse compartilhar deste momento e, claro no dia 13 de Fevereiro eis minha convidada para a grande festa, tua presença só iluminará o evento. Um beijo no coração.

Lucinalva disse...

Olá, Lu
Linda postagem e o vídeo também. Família é um bem precioso, que precisa ser cultivada e guardada no coração, é um verdadeiro presente de Deus. Bjs querida.

Carmem Grinheiro disse...

Olá Lu,
Carinho bonito entre irmãos, lindo de sentir essa cumplicidade.
É isso: um dia houve em que cada um de nós foi o vencedor duma competição louca ;)

bj amg

O Sibarita disse...

Ei moça! kkkk Falta nova postagem, viu?

Tá de férias ainda é? kkkkkkkk

O Sibarita

Élys disse...

Na alegria do seu irmão, você teve uma linda inspiração.
Beijos, Élys.

Dorli disse...

Oi Lu,
Saudades de você
Espero ser vencedora, tá difícil...
O poema é tão lindo quanto você.
Beijos no coração
Lua Singular

vendedor de ilusão disse...

Olá, linda jovem! Andas sumida por quê?
Dê notícias! Beijos.

Lu Nogfer disse...

Olá, queridos.

Devido ao calor imenso por estes dias e em função de nossa paciente ter sentido tanto, passamos uns dias fora de casa num lugar mais arejado o que a fez muito bem.
Agora estamos ainda mais distantes de casa e próximos aos familiares. Mas ja ja voltaremos.
Muito obrigada a todos pelo carinho.
Fico feliz em saber que sentem a minha falta. rs

Beijo carinhoso em todos.