13 de dez de 2014

Prioridade

"Eu sei muito pouco, mas tenho a meu favor tudo o que não sei." "Ao passo que amar, eu posso até a hora de morrer. Amar não acaba." (Clarice Lispector)












" Foi-se o tempo em que ela fazia tantas perguntas.
Queria saber o porquê de tudo;
Preocupava-se com respostas corretas;
Com a ciência das coisas complicadas;
Com a química de todas as fórmulas;
Com o significado de qualquer palavra...
Há tempos se cansou.
De tanto ser detalhista, esta menina deu preguiça.
O tempo em comum acordo com a vida a agregou outros valores, outras compensações.
As cansativas ideias já não mais a pertence. 
Talvez tenha adultecido dentro do tempo certo.

Hoje, deita-se tranquila embalada pelas prediletas canções e o sono logo chega.
Para facilitar bons sonhos, pensa em coisas simples e nos dias mais feliz.
Quando a aurora recomeça, é certo que ela continua despertando com a corda toda.
Mas Já não perde tempo com questionamento tentando esmiuçar bobos detalhes.
Prioriza viver cada momento por inteiro.
Afinal, pra quê viver metades?"

(Lu Nogfer- em um tempo qualquer)








31 comentários:

Samuel Balbinot disse...

Bom dia minha querida amiga.. fui muito assim e só levei na cabeça.. temos de deixar a vida correr.. fluir... ficar sempre encanado em coisas que julgamos que tem de ser de tal forma só impera nossas vidas.. se tudo fosse certinho não teria graça.. sejamos sempre nós mesmos com o que temos.. não com o que os outros querem nos dar.. bjs e até sempre

Nilson Barcelli disse...

Como a nossa vida é só uma, perder metade dela não é uma boa opção...

Gostei do teu blogue e da tua poesia (li alguns poemas e gostei muito de todos eles).
Já te sigo e voltarei, por isso.

Lu, tem um bom fim de semana e um FELIZ NATAL.
Beijo.

Lu Nogfer disse...

Bom dia meu querido Samuel.
O pior não é o que querem nos dar, não. (Eu aceito tudo de bom grado!rs) O pior é a cobrança, sabe. Acho que até ja conversamos sobre isso no face, não!?
E já que esse texto foi escrito há um bom tempo, vou aproveitar o teu comentário pra falar um pouquinho sobre ele. (Eu comentando meu próprio texto! Ai ai kkkkkkk)
Então...
Eu não me inspiro só em mim pra escrever não. As vezes me inspiro em minha mãe,(muitas vezes até!rs) as vezes, em minha infância(eu era muito perguntadeira! Coitada de mamys rsrs) ou em pessoas do meu convívio pessoal e diário. Mas esse texto, foi totalmente inspirado em mim! Eu estava cansada de ser detalhista, perfeccionista, de seguir á risca até as receitinhas mais bobas, sabe! E não que queiramos ser perfeitos(imagine!), mas você tem razão, quanto mais agente tenta acertar, mais nos cobram. Isso é quase automático! é ou não é?rs
Mas, um belo dia, meu caro, a gente amanhece e como num passe de mágica, vê que cresceu. Que emancipou-se de si próprio e das exigências alheias. Ah! Isso é bom pra caramba!rs

É isso, meu amiguinho.
Muito obrigada pela tua amizade, mais que imprescindível!
Beijos e até sempre.
____________________________

Olá Nilson!
É verdade! Ás vezes a gente vive de pedacinhos, não é mesmo? Acho que foi por isso que escrevi metade no plural. Temos que viver tudo por inteiro!
Fico feliz que tenha gostado daqui, meu querido. Seja muito bem-vindo nestas Asas e obrigada pelo comentário, viu.
Já já passo pra te conhecer.
Lhe desejo o mesmo!
Beijos.

Cidália Ferreira disse...

Boa dia Lu

Palavras para quê? LINDO...LINDO!

Bom fim de semana

Beijinhos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Elvira Carvalho disse...

Um excelente texto, e uma reflexão que todos devíamos fazer mas pessoalmente eu não consigo desligar. E devia fazê-lo até porque já tenho idade para ter juízo, mas que fazer?
Um abraço e bom fim de semana

Lu Nogfer disse...

Tua presença linda e constante me basta, minha querida Cidália.
Muitíssimo obrigada!
Beijos.
______________________________

Elvira, Elvira...Mas é justamente o juízo em demasia que nos impede de nos desligarmos um pouco de toda a nossa agitação, né não, amiga?
Tenta afrouxar um pouco e não se cobrar tanto. Esqueça a idade e deixa a vaca ir pro brejo vez ou outra, depois tu pega ela de volta. Que tal?
Eita que conselho!rs

Obrigada amiga.
Beijo
_____________________________

Gente, hoje eu estou sem juízo e respondona, né não?!kkkkkk
E ja que comecei,vou responder a todos neste post, ok?
Reparem não, queridos. Sou assim mesmo. Passarinho de veneta!rs

Lindo sábado a todos e abraço apertadíssimo, desta amiga de asas!

Coluna da Mi disse...

Lu! \0/
Que música linda! Não conhecia!
Eu acho que ainda não "adulteci" sabe? Questiono tudo sobre tudo, creio que seja uma característica minha questionar demais e muitas vezes, com tantos questionamentos, minha mente chega a dar tilt.
Queria poder obter essa tua tranquilidade.
Quem sabe um dia né?
Beijos querida e um fim de semana abençoado.

JAIRCLOPES disse...

Soneto-acróstico
Preocupa-se

Outro era o tempo de cada questão
Tanta preocupação com a resposta
Em cada pergunta um possível não
Mesmo se for apenas uma aposta.

Pois importa saber, então perguntar
Ou será somente mera curiosidade
Que sequer levará a outro patamar
Uma vez que não há uma verdade.

Então melhor sono sereno embalar
Não viver em busca do certo-errado
Só assim nossa vida se torna regular

Infeliz daquele homem preocupado
Nunca deixando de em torno olhar
Achando que o mundo está errado.

Carmem Grinheiro disse...

Lu, esse seu texto está supimpa.
Também li seu "comentário" - soltou a corda! E é bom, porque há textos que a gente tem vontade de explanar ao máximo... e este seu é um assim.
Na vontade de acertar, mais do que ser cobrada pelos outros, acho que somos nós próprios a nos cobrarmos, a nos exigirmos para além dos limites. É bom que chegue o momento de distanciamento suficiente para "respirar".

bj amg

Lu Nogfer disse...

Oi Mi,
Reach é mesmo uma linda musica e é muito especial. A Glória fez uma história e tanta com essa música, na trajetória dela como cantora solo.

E sobre os questionamentos que voce se referiu, isso é caraterística de quem foi feito do exagero como nós! Eu sou o desassossego em pessoa, muito prazer!rs Mas hoje eu sou muito mais tranquila! Entretanto, há uma fase de nossa vida que questionar, é até bom. Embora, algumas coisas sejam desnecessárias e muito desgastantes. eu aprendi muito com os meus questionamentos, sabe. E eu sei que ainda não aprendi tudo, pois somos eternos aprendizes. Mas hoje, ja mais tranquila, consigo aceitar os meus limites sem me fazer tantas cobranças o que é a pior parte das pessoas inquietas. Pois quando cobramos de mais de nós, abrimos guarda pra que os outros façam o mesmo conosco. (Estou falando isso por experiência própria)
E quanto a voce, amiga, pode esperar que a hora da sua tranquilidade chegará sem menos voce esperar. E ao meu ver, não é preciso forçar nada não. As coisas acontecem no tempo certo. Relaxa!rs
Beijos, Mi e obrigada pela presença.
_________________________________

Oi Jair.
Nao sei se voce ja veio aqui então seja muito bem-vindo sempre.
Pois é. Cada tempo é tempo de cada coisa! E tudo é aprendizado que levamos pra vida.
Muito obrigada pelo acróstico, poeta.
Beijos!
___________________________________

Oi Carmem.
Gostei do "supimpa"! Eu uso muito essa palavra!rs

Que bom que voce gostou do texto!
Pois é. É muito bom quando nos damos o direito de nos permitir a errar e acertar sem cobranças em demasia. De nossa parte e dos outros,(porque permitimos.)
Segurar ou afrouxar as nossas rédias em determinados momentos, é parte essencial do aprendizado, só pra relaxarmos enquanto sentimos o gosto bom da vida.
Muito obrigada pela presença, amiga.
Beijos.

Marilene Domingues disse...

Oi Lu,
Com o tempo aprendemos a priorizar, a dar valor ao que nos agrega, aprendemos a gostar do que nos surpreende, não do que nos prende. Com o tempo deixamos de lado a agitação e passamos a curtir a rotina da paz e do amor...
Amei tua escrita, bateu muito comigo, e com o que penso nesse momento da vida.
Beijos com carinho e tenha um lindo final de semana.
Marilene

lis disse...

Oi Lu
Ando tão ligth .. rs
_ aprendi que 'se correr o bicho pega se deixar o bicho come'... rs
Claro que nada a ver com a beleza do seu poema_ ´so uma licencinha ... rs
Gosto muito do seu formato simples de escrever poemas_ são lindos espontâneos e intelígíveis ou seja do nosso dia a a dia _ adoro!
Obrigada
e abraço de domingo

* vou linkar seu blog (acho q ainda não fiz) pra voltar e ler suas respostas,qdo houver.

Lu Nogfer disse...

É verdade Marilene,
Com o tempo, a gente vai se gostando mais, vai se valorizando mais, vai aprendendo até com as pessoas a nossa volta mas muito mais com a nossa própria essência.
Muito reflexivas as tuas palavras, também!
Muito obrigada, amiga. Lhe desejo o mesmo. Tudo de bom!
Grata pelo carinho.
Beijos, amiga.

_____________________________________

Oi Lis,
Mas o que voce disse tem tudo a ver com o texto. Ou seja:chega um tempo que agente para de esquentar a cabeça. Nem 8 nem 80. A gente percebe que o meio termo ainda é a melhor opção.
Fico feliz que voce goste dos meus simples rabiscos. Muito obrigada, viu!
Eu também adoro o teu cantinho.
Abraço de domingo pra ti também, querida

ReltiH disse...

SIEMPRE UN PLACER VENIR HASTA TU ESPACIO.
ABRAZOS

Arco-Íris de Frida disse...

Para que viver metades... o importante é viver... por inteiro...

Beijos...

Vera Lúcia disse...


Olá Lu,

Temos fases de questionamentos exacerbados, contudo o tempo nos ensina a priorizar a vida, o momento e a seguir a vida com confiança, acreditando que o próprio tempo trará as respostas que não nos cabe procurar por nós mesmas.
Ser detalhista costuma atrasar a vida da gente. Já fui, mas já me desapeguei desse transtorno-rsrs.

Na oportunidade, agradeço-lhe pela prazerosa companhia no decurso de 2014 e espero encontrá-la por aqui em 2015 para prosseguirmos com a nossa prazerosa interação.

Um Natal de paz, luz e alegrias para você e familiares e que 2015 seja um ano especialmente feliz em sua vida.

Boas Festas!

Beijo.

MARILENE disse...

Melhoramos Lu, mas ainda ficam os resquícios (rss). Creio que permanecem grudados, de forma inseparável, em nosso jeito de agir. Conseguimos ser mais leves, de fato, mas há instantes em que não conseguimos voar. Uma coisa, no entanto, e indiscutível, estabelecemos prioridades e por elas começamos a nos guiar.

Lu, querida, desejo-lhe um Natal de muito amor e paz, a ser vivido em seu real sentido, ao lado dos que lhe são caros. Que nossa prazerosa convivência se estenda por todo o ano de 2015, que espero lhe traga grandes alegrias. Bjs.

Milton Kennedy disse...

Olá amiga virtual Lu Nogfer, obrigado pela passagem lá no blog.
Cordial abraço, saúde e paz interior.

Lu Nogfer disse...





Reltih
O prazer é todo meu em vê-lo por aqui, meu amigo.
Obrigada pela doce companhia!
Beijos!
____________________________
É isso mesmo Frida.
Vamos viver direito, porque a vida é longa mas pode ser curta. Vai saber...
Muito obrigada pela presença, amiga.
Beijos.
____________________________________

Oi Vera,

Embora eu veja muito aprendizado em cada fase que atravessamos, principalmente a fase dos questionamentos, os detalhes cansativos e desnecessários, ha tempos, também, não me pertencem. Pois é uma chatice a gente ficar se policiando o tempo todo, né não? Ufa!rs

Eu é que agradeço a tua companhia sempre tao carinhosa e amiga, nessa família bonita que temos por aqui. Se Deus quiser estaremos repetindo a dose no próximo ano.
Estarei passando em teu espaço para deixar os meu votos. Por hora, tudo de bom, minha querida!
Beijos!
____________________________________


Melhoramos Marilene e ponto. rs
Eu prefiro ver as coisas assim. Eu sou muito otimista!
Em minha opinião, se ficarmos procurando ver os resquícios, ainda que estejam grudados, como voce disse, a gente perde as oportunidades de crescimento que a vida nos proporciona. O melhor é valorizarmos os nossos pontos positivos. São eles que nos elevam.
E penso ainda, que quando decidimos estabelecer prioridades visando melhorias, consequentemente, ficamos muito mais leves!
Quanto aos voos em determinados momentos, é uma questão de nos permitirmos ou não. Depende de cada um! Eu tenho um pé no chão e o outro na lua.rs

Desejo tudo em dobro a voce, Mari. E que somente coisas boas lhe aconteçam nos tempos que estão por vir.
Como ja passei em seu post final do ano, estendo aqui os meu votos de um feliz natal como muita paz juntamente com os seus e um 2015 fantástico em sua vida!
Obrigada pela amizade e que cresça cada vez mais!
Beijos no coração!
_______________________________

Olá Milton.
Eu é que agradeço a tua visita!
Abraços e muita paz!




O Sibarita disse...

Ei dona moça! kkkk

Perfeito só o Homem lá de cima, repare... kkkkkkk

Sim, todos nós, temos nossos questionamentos do assim ou do assado, né não? kkkk

Mas, ao passar do tempo vamos crescendo em busca do que almejamos, é nesse momento que vemos, percebemos que não obteremos respostas de tudo que questionamos, ninguém tem, nem os filósofos obtém! kkkkkk

Não vale a pena certas indagações e cobranças a nós próprios e aos outros... kkkkkkkkkk

Sem respostas, muitos vão ao divã, outros se desvestem, outros manda tudo para o inferno, é uma brasa mora? (como diria RC) kkkkkkkkkkkkk

O certo é que faz parte, é inerente do ser humano os questionamentos, as cobranças...

E nessas cobranças e perguntas temos que ter o cuidado para não nos tornarmos pessoas chatas, né não? kkk

Ômopaidoceu! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Ainda bem que vc já está em outra, claro que continuamos a questionar, se não a vida não tem valor, claro que continuamos a cobrar, mas, agora com mais leveza e compreensão, oi que bom!
kkkkk

O melhor de tudo quando nos desvestimos disso, é a tranquilidade que se apossa dos nossos passos sem o entrevero do encucamento... kkk

Tão bom dormir e levantar... kkkkk

Eita menina retada! kkkkkkk

Valeu sua menina! kkkk

O Sibarita

Lu Nogfer disse...

Eita que chegou a alegria em pessoa!Aimopaidoceu!kkkkkkkkk
Como diz minha pequenina sobrinha: que d'exagero!rs
Gostei dos pontos que voce abordou, mas vamos por parte e muita hora nessa calma!kkkkk

Pois é, moço Siba. Qual o ser humano que nunca passou por uma fase de questionamentos e algumas cobranças, não é mesmo? Quem sabe os perfeitos?! Oi? Onde?rs
E ninguém precisa ficar esbaforido com tudo isso, porque são coisas normais da vida, desde que se tenha a consciência de que pra tudo há seu tempo.
E o bacana disso tudo, é a gente tirar proveito do que foi útil, valorizando os pontos positivos(pois em tudo há) para um bom aprendizado. Afinal, somos alunos da vida, a vida inteira.
Penso que os que "mandam tudo pro inferno" (no sentido real da frase?) são pessoas que permitem total desequilíbrio e além do mais, nunca conheceram a existência de Deus.
E ha sim, os que infelizmente, precisam de um divã. Pois a insistência no que não acrescenta mais nada na vida dessas pessoas, acaba virando doença(as vezes, crônicas). Aí meu caro, é o ó do borogodó!rs Mas, ainda bem que existem os profissionais preparados para ajudar a tais pessoas.
E quer saber? Com todo respeito aos filósofos, o negócio é não fazer de tudo, um bicho de sete cabeças pois aí é que seríamos chatérrimos. É ou não é?
Ô!E como é bom dormir e acordar.
E vamo que vamo que a vida é bela, né mesmo, seu moço da Bahia de todos os dias!rs
Muito obrigada pela doce presença, e pelas palavras!
Valeu seu menino!rs
Beijocas.

poesia de vieira calado disse...

Caríssima!
Desejo-lhe uma excelente Quadra Natalícia!
Saudações poéticas!

Lu Nogfer disse...

Olá Vieira.

Desejo-lhe o mesmo, amigo!
Muito obrigada pela visita e seja muito bem-vindo.
Saudações poéticas!

A.S. disse...

Não se pode viver pela metade. A vida não é divisível. É só vivida na plenitude fará sentido valorizar cada um dos instantes!...

Um beijo!
AL

Marcia disse...


Oi Lu!
Isso aqui tá bom demais hein!E tu anda muito reflexiva menina. Eta que texto bom demais.kkk
Eu tambem cansei de ser certinha demais faz tempo, minha maiga. É muito cobrança mesmo. Tanto da gente com a gente quanto dos outros com a gente. E olha que nem sou de fazer cobranças a ninguem. Eu mesmo faço minhas coisa e so posso contar comigo. Vc sabe como é né?
Mas essas combranças ja começa no tempo da escola. Se vc costuma tirar acima de 8, quando vc, numa prova tensa, tira um 6, a casa cai e vem todo mundo em cima te perguntando o que aconteceu. Da vontade responder: "como assim o que aconteceu? Sou humana caramba!" Né?kkkk

Adorei as opiniões e as tuas respostas, amiga.
A gente que te acompanha a tanto tempo, sabe que a tua luta é grande com a Lina. E é díficil pra vc responder todos os comentários como no antigo blog . Mas, sabe pq q a gente gosta das tuas respostas aos comentários. Pq nao é só um "muito obrigado!" É uma continuação do seu próprio texto mixando as opiniões dos leitores. Isso é mt enriquecedor pra quem costuma ler todos os comentarios como eu que estou aqui um tempão lendo tudo. Parece um livro reflexivo. kkkkk Muito muito bom!
E como tudo ja foi dito, e muito bem dito, eu vou deixar uma citaçao que combina muito com as pessoas, que gosto mais de chama-las de curiosas. (chatos à parte. Isso é outra coisa(risos)
"Sem a curiosidade que me move, que me inquieta, que me insere na busca, não aprendo nem ensino." Paulo Freire
Pelo o tempo que te conheço Lu, vc sempre foi muito equilibrada, centrada e até muito prática com as coisas. Como vc costuma dizer "nem tao no chao nem tao nas nuvens" E é esse equilíbrio que faz toda a diferença quando "adultecemos" por dentro.(adoro essa palavra inventada!rs) E nao é bajulação não, mas quantas coisas eu ja aprendi a facilitar com vc! Isso é muito bom pq torna a vida mais simples.
Obrigada amiga por partilhar os seus lindos momentos de inspiração e reflexão, conosco.
Bom demais!
Bjsssss.

Marilene Domingues disse...

Querida amiga Lu,
Estivemos juntas por mais um ano, não na medida que gostaríamos e, que os amigos merecem neste mundo virtual (tao real). Real porque afinal sentimos do mesmo modo, com o coração e conseguimos captar o carinho que nos chega por esta telinha.
O tempo foi corrido, não consegui estar com a frequência que gostaria nas casinhas amigas,mas acredito que, o que importa é o carinho que sentimos por cada espaço e
e saiba que você estará para sempre guardadinha dentro do meu coração...
Agradeço de coração todo carinho que você me dispensou neste ano que esta findando.
Natal chegando, o ano esta por terminar e venho com muito carinho desejar a você sua família um
Natal de muita luz, muita paz, muita harmonia e muito amor no coração...
E um Novo Ano carregadinho de novas esperanças e muitas conquistas...
Se Deus quiser em 2015 estaremos juntas novamente, interagindo, deixando e recebendo carinhos...
Deus te abençoe.
Deixo beijos e abraços com muito carinho.
Boas festas!
Marilene

Lu Nogfer disse...

AL,

Concordo plenamente com tuas palavras! Cada momento por menor que seja, não deve ser desperdiçado.
Muito obrigada pela presença.
Beijos.

___________________________________


Oi Márcia,

É isso ai! É bem desse jeito!"somos humanos, caramba!"rsrs

Adorei a citação, pois por vezes, é mesmo na inquietude e numa saudável busca, que encontramos o que nos agrega mais conhecimento e nos faz crescer enquanto meros mortais.
Claro que sem muito exagero pois pecamos muitas vezes pelos excessos. E acho também que não devemos dar atenção ao que fragiliza o nosso olhar, o nosso jeito de ser... Ou seja, temos que aprender a driblar o que nada nos acrescenta e ainda nos desequilibra como seres humanos frágeis que somos.
Não temos que viver querendo voar o tempo todo, senão, quando viver a realidade, não é mesmo? Mas o pé no chão demais também, nos tira os momentos de bom humor e diminui a nossa inspiração.
Sim, precisamos de equilíbrio. Penso que seja imprescindível, aprendermos a balancear a realidade com uma pitada de fantasia, pra nao nos tornarmos pessoas sérias demais. E assim sendo, dá para tirar tudo de letra.
A vida não é tão complicada. A gente é que tem essa mania filosófica de complica-la. Tô certa ou tô errada?rs

E eu sei que nao é bajulação, amiga. Imagine! E nem ha motivos para isso !rs
Afinal, eu também aprendo muito com voce e com os amigos que aqui deixam suas opiniões inspiradíssimas.
Gosto muito de responder os comentários, mas se fizesse sempre, não teria tempo para visitar todos os blogs que adoro ler. O tempo não da pra tudo, mas o lance mesmo, é que eu não sei me resumir. rs
Muito obrigada pela presença, minha amiga.
Beijos.
_____________________________

Marilene minha querida.
Agradeço as tuas palavras carinhosas.
Fico muito feliz e grata com a tua presença e espero muito que estejamos juntas no próximo ano.

Ainda estarei fazendo o post de agradecimento, e passando em teu espaço para deixar os meus votos. Mas desde ja lhe desejo boas festas, amiga, e tudo de bom neste restante de ano e no próximo.
Muito obrigada!
Beijos e o meu carinho.


Labirinto de Emoções disse...

Olá Lu
Não sei nem Viver nem Amar pela metade... ou é tudo ou é nada...
Neste momento tambem nada questiono... vivo os momentos conforme eles vão surgindo,e aproveito cada segundo que eles me proporcionam..:-)))
Beijinho grande com sabor natalício.
Teresa

O Sibarita disse...

E não é que a dona moça me respondeu com maestria? kkk

Que bom, essa sua resposta, em suma, é isso mesmo! kkkkkkkkk

Ô sua menina retadinha, danadinha, você né brincadeira não, viu? kkkkkkkkkkk

O Sibarita

Eu...Suzana disse...

Olá Lu
muitas vezes agimos assim, meio encucados com perguntas e mais perguntas. Mas prá que isso se as devidas respostas a vida nos dá no seu decorrer, não é? Deixamos de vivenciar, ficamos angustiados. Tudo tem o seu tempo certo.
Um abraço e um maravilhoso natal junto aos teus.
Até mais, Suzana.

Lu Nogfer disse...

Oi Teresa.
O bom mesmo é vivermos do jeito que sabemos viver. Em nosso caso, intensamente. Melhor assim!
Muito obrigada pela presença, amiga!
Beijinhos com sabor de natal pra você também.
_____________________________

Oi moço Siba.
Sabe, poucas vezes nessa vida, soube ser sucinta e talvez eu tenha até exagerado.rs Mas se você gostou, fico feliz!
Muito obrigada pelo carinho, viu!
Beijos, senhor alegria.rsrs
______________________________

Oi Suzana!
É verdade.A gente tem a mania de querer apressar as coisas, mas tudo tem o tempo certo. E para as respostas, também. O bom, é que também, chega o tempo de aprendemos a esperar.
A paciência é a grande sacada para as nossas expectativas.

Muito obrigada pela presença e pelas palavras.
Forte abraço e uma ótimo natal pra você também!