26 de ago de 2014

Voos...











Quando sinto novamente
A inquietude das palavras
Criando um caos aos pensamentos
Pressinto que são tão somente versos
Vestindo as desassossegadas asas
Para voar como um colibri poeta
Retomando as suas reticências
Palavreando linhas em branco
Rasgando despudorados verbos
Insistindo em revelar o relevante
Sugando de flor em flor, o doce néctar
Para semear novos acordes ao vento
Declamando rimas, repetindo refrões, pedindo bis...
Tudo em nome da poesia
Onde nada há a segredar!

(Lu Nogfer)

Obrigada a todos que passaram por aqui em minha ausência.
Um beijo carinhoso em cada um e muita paz!
Voltei!

Vamos de poesia cantada!



22 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Boa noite Lu

Adorei o teu texto, mesmo.
Acho a musica fantástica. leve e suave.

Beijinho com carinho

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Samuel Balbinot disse...

Boa noite minha querida..
criamos asas e damos asas e vida aos versos que saem de nós.. estes voam sim como colibris beijando cada flor que encontrarem..
espalhando sementes para outras pessoas regarem e estas encantarem a gente... beijos de boa noite
até sempre

Dorli disse...

Oi Lu,
Obrigada pelo carinho no cumprimento do meu aniversário
Beijos no coração
Lua Singular

ReltiH disse...

UN TEXTO BELLO, SENSIBLE COMO TÚ.
BESOS

Adriana Helena disse...

Coisa mais linda Lu!
Seus poemas são divinos...
Tem urgência,tem sossego..
Tem encanto e alegria!

Adoro como compõe seus versos!
É muita ternura, muita delicadeza!
É de uma grande profundidade!
Emociona e encanta..
E canção que ilustra o seu poema é mesmo linda... É uma dupla perfeita ouvi-la, a medida que lemos o poema! É MESMO MÁGICO!
Como eu gosto daqui!! :))))

Beijinhos amiga e uma semana linda e maravilhosa para você tá?

Felisberto Junior disse...

Olá, Lu
... as palavras que criam asas impulsadas pelas emoções surgem, por vezes inquietas, outras suaves..,mas, sempre em nome da poesia...
Obrigado pelo carinho,boa noite,belos dias,beijos!

Jorge disse...

Lindíssimo, Lu, este teu post...Amei!

PAULO TAMBURRO. disse...

LU,

você voltou, voltando mesmo!!!

É na poesia que você liberta voos antes contidos e que, na liberdade dos espaços conquistados,sem pejo,pudor ou segredos,escancara-se para a natureza fazendo contraponto com os acordes dos ventos.

Seu único engano, no entanto é pensar que só você suga o doce néctar das flores,esquecendo-se que, afinal, você transformou os seus cinquenta e cinco atuais seguidores em colibris, também!

Sendo um deles, espero sempre que você opte por esta ou aquela flor para extrair dela o néctar, e só então faço o mesmo,afinal estou sempre sendo levado,pelo encantamento da sua contagiante essência poética e na sua companhia,nunca desperdiço o melhor.

Se tudo é fantasia, que esta seja a mais gratificante e de mágicos arrebatamentos.

Inesperadamente,neste momento, esperando que meu inconsciente não esteja me pregando uma peça, mas lembrei que, todo prosa, dizia para as garotas que mamãe tinha passado açúcar em mim, mas agora descobri, que era néctar!(rs)

Um abração carioca.

Ricardo- águialivre disse...

Poema lindissimo. Quem não gosta de ter asas e voar ao encontro do sonho?

Deixo cumprimentos

A Palavra Mágica disse...

Se é tudo em nome da poesia, é tudo em nome do bem.

Lindas palavras Lu!

Beijos!
Alcides

Filha do Rei disse...

Lu, as palavras realmente nos dão asas. Fico feliz que voltaste. Bjs

Daniel Costa disse...

Lu

Reentraste com poema belo, como sabes escrever. Um vídeo em bom estilo acompanha,
Beijos

vendedor de ilusão disse...

Olá Lu!
Vim lhe desejar um ótimo fim de semana e me deparo com um poema instigante e, por que não dizer, sensual... Gostei muito! Parabéns!
Beijos.

Jorge disse...

Obrigado, Lu, pelo comentário!
Beijinho doce e um bom fim-de-semana!
:)))

Vera Lúcia disse...



Oi LU,

Senti mesmo a sua falta, mas como passei por maus momentos nos quase dois últimos meses, fiquei por aqui somente na base da retribuição.

Bom vê-la de volta.

Quando a poesia grita por dentro é melhor dar-lhe asas para voar. Como sempre, você poetiza lindamente.

Muito doce a voz da Zizi Possi. Gosto dessa música.

Maravilhoso final de semana.

Beijo.

Lu Nogfer disse...

Oi Vera!

Eu tambem, fiquei só na base da retribuição nesse tempo ausente. Nao faz o meu genero mas as vezes é o jeito, não? Mas tô na área de novo postando os meus rabiscos e dando pitacos por aí.rs

Bom lhe ver de volta tambem, amiga. Entendo o que vc esta passando. E não é facil mas tudo vai se recompondo com o tempo!

Obrigada!

Beijos.

Pérola disse...

Voei nessas asas do tamanho do mundo onde cabe sempre mais um.

Beijinhos

Lu Nogfer disse...

QUERIDOS AMIGOS!

Recebi um recadinho em meu face avisando-me que a página onde expus todas as postagens, que esta linkada no guia, não esta mais abrindo. Ou melhor, abre mas não mostra as postagens.
Peço que me desculpem. Pois não havia visto o ocorrido.
Tentarei corrigir o mais breve possível.

Muito obrigada pelas visitinhas de todos, sempre tão carinhosas.
Ainda não deu para visitar a todos, mas vou aos poucos me situando

Abraços apertadíssimos!

dinapoetisadapaz disse...

Boa noite, Lu!
vim conhecer seu trabalho e gostei do seu versejar, o poema que ora leio, é grandioso.

Obrigada por seguir meu blog.Seguindo o seu também. Bjs!

Lu Nogfer disse...

Eu é que agradeço a tua honrosa presença e carinho nas palavras, Diná. Seja muito bem-vinda!
Estive muito atarefada por estes dias mas já já volto ao seu excelente espaço.
Também gostei muito do que li por lá!


Beijos e até mais.

Lu Nogfer disse...

Meu amigo JR Viviani.

É muito bom lhe ver de volta a nossa blogosfera. Te procurei tanto por ai!rs Saudades dos teu eventos e dos teus posts sempre tão sóbrios...
Obrigada pela tua visita neste espaço, meu querido. Seja muito bem vindo por aqui! Tambem!

Beijos!

A.S. disse...

Deixo-te o meu beijo....

AL