2 de mar de 2014

Antídoto
















"Ela sempre foi sensata e cheia de princípios...
Sempre viveu uma vida um tanto dura e regrada.
O que a fez com que não desse valor
A supérfluos e nem futilidades.

A fé em Deus sempre fora o esteio
Para não deixá-la fugir dos seus propósitos.
E isso fazia com que a voz do seu coração
Chegasse legível aos seus ouvidos.

Embora nunca fosse sufocada
Pelos próprios sentimentos,
Vez ou outra punha o dedo na tomada,
Só pra saber se suportaria o choque.
Sabia que era pura teimosia
Dar murros em ponta de faca.
Mas continuava, mesmo sabendo
Que dali não sairia nada

Com o tempo foi percebendo
Que quando a insistência não leva a nada,
É hora de praticar o desapego
E de esquecer aquele velho repertório da vida,
É hora de deixar para trás
A bagagem que tanto incomoda.

Percebera em tempo
Que todo momento é singular,
Mas algumas coisas não são para sempre.
E ainda que doam alguns fragmentos...
A insistência dos murros
Cria um perfeito antídoto.

Hoje, com um pouco mais de lucidez...
Com mais visão na alma do que na retina,
Olha a sua volta, reflete, respira fundo e diz:
Apesar de tudo, estou bem. Estou feliz.
Afinal, não dizem que é isso que mais importa?

Assim sendo conclui:
Que apesar de estar protegida por um forte antídoto,
Sua memória nunca mais será a mesma.
E não importa em que canto do mundo esteja,
Ela jamais se esquecerá dos seus entes mais queridos.
Ela jamais esquecerá de dizer que os ama!"

(Lu Nogfer)
(Mais um texto inspirado em minha heroína mãe.
Quem me dera ter a força que ela tem!)



22 comentários:

sabe vida disse...

Exercitar e praticar o desapego, como é difícil para quem ama.
Uma bela elegia a sua mãe.
Um abraço, Lu.

Lu Nogfer disse...

Verdade, meu amigo J. Mas foi uma necessidade tão grande!
Sabe, minha mãe, tristemente, perdeu 80 % da visão. E em função disso, não pôde mais morar só. Logo, teve que abrir mão em sair da casa onde criou a maior parte dos nove filhos. E o pior mesmo, foi sair de perto da minha irmã que sempre morou ao lado dela.
Eu a trouxe para o E.S. para tentar um recurso melhor em termos de tratamento para a visão, mas o problema dela infelizmente, é irreversível. Ela morou comigo um tempo, foi quando escrevi este texto...
Hoje, mora com a filha a qual na época, precisou se distanciar. Mas da casa, ela teve mesmo que desapegar embora ainda sente muito, por isso. As vezes não tem jeito, mas é a vida, não é mesmo?
Mas ela está bem. A pesar de tudo, esta sempre sorridente e tem sempre uma palavra amiga a quem precisa. É a "nossa" heroína!

Obrigada pelo carinho de sua presença, querido.
Forte abraço!

sabe vida disse...

São em momentos como estes que sabemos o valor de uma família, do carinho, do afeto compartilhado entre vocês, bom saber disso e melhor ainda deve ser para sua mãe pois tu deves saber como as pessoas de idade são tratados em nosso país.
Ter essa pessoa amada como ela é ao lado de vocês mesmo não sendo mais a mesma devido a saúde, fez-me lembrar de uma homilia proferida por um certo Padre, sobre a questão da velhice. Ao final ele falou que o importante é que quando chegarmos a nossa idade avançada e não pudermos mais sermos úteis por causa de nossas limitações que possamos ouvir daqueles que nos cuidam e nos amam algo como "você não faz mais nada do que fazia, tornou-se quase um inútil, mas eu não conseguiria viver sem você"

Um abraço, Lu!

Lu Nogfer disse...

J.R. meu amigo, sei sim. São tratadas com o maior descaso!

Nossa!Você me emocionou!Hoje estou uma manteiga derretida!rs Mas é que quando diz respeito a minha querida mãe, me emociona mesmo!
Ela é uma super mãe. O nosso maior exemplo de força. Ainda que tão frágil na saúde, continua sendo o nosso porto seguro...

Sem mais palavras á altura das tuas que só tenho a agradecer. Muito obrigada, meu amigo!

Outro abraço!

Cidália Ferreira disse...

Boa noite

Maravilhoso! Adorei


Feliz Carnaval
Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Ronilda David Loubah Sofia disse...

Venho daqui um bocadinho Querida!

Entrei só para desejar-te boa noite.

Lu Nogfer disse...

Boa noite a voce tambem, querida Ronilda.
Fique a vontade. Te espero!

----------------------------

UMA LINDA NOITE A TODOS!

BEIJOS

Lu Nogfer disse...

Boa noite, Cidália!
Muito Obrigada, minha querida.
Feliz carnaval pra voce tambem!

Beijos

ReltiH disse...

es muy bonito, cuando los padres nos inspiran.
un abrazo

Lindalva disse...

A força tu tem, busca ela dentro de te ao invés de persegui-la.. Passando para retribuir teu perfume em minha Ilha... Até sempre !!!

Rosemildo Sales Furtado Furtado disse...

Lindo poema! Belíssima homenagem! Parabéns!

Beijos,

Furtado.

Celia Lima disse...

Oi Lu, obrigada por ter aceito o meu convite e ter dito o meu nome, acho que foi a 1° que fez isso obrigada amiga. Quero dizer a vc que vc tem a força sim!
E parabéns a sua mãe que tomou essa atitude. Com certeza pode até ter doido um pouco mas ela conseguiu. Quantas vezes já tentei praticar o desapego sem sucesso.

Bjssss

Marcia disse...

Oi Lu!

Que linda homenagem a sua mãe, amiga! Un texto lindo e cheio de atitude.
Fico muito feliz quando vejo as pessoas admirando e homenageando as mães desse jeito, pois sabemos que ha muitas que fazem o contrario e a injustiça rola solta por ai, ainda mais qdo elas chegam numa certa idade, embora o caso dela não seja só pela idade como vc me disse q é um problema que vem se agravando há anos e anos. Mas por ela já esta na fase idosa tudo fica em 3 D, né? E o carinho dos filhos a ajuda mt mais a ser uma pessoa pra cima e alegre como ela é. Saudades do abraço apertadíssimo dela!rs Me avise qdo ela estiver por aí pra eu ir ve-la.
E vc é forte sim pois tem a quem puxar!Beijo amiga!

Vera Lúcia disse...


Lu querida,

Sua mãe é um grande exemplo para você, né? Vejo sua admiração através dessas lindas homenagens que você faz a ela. Não dizem que tal mãe, tal filha? Tenho certeza de que você herdou muitas das grandes qualidades dela.

Grata pelo carinho dos cumprimentos.

Belos dias de feriadão.

Beijão.

Cidinha disse...

Olá, Lu. Que bela homenagem! Esse carinho e vc com certeza se expelha nela, um ser especial. Parabens pelo texto e esse carinho de filha nos dias de hoje raramente lembrado. Adorei Lu!! Muito amor sempre no seu coração. Agradeço e fico muito feliz com sua visita. Bom feriado de carnaval!! Bjos. Obrigada por partilhar!

Ronilda David Loubah Sofia disse...

Boa tarde Lu Querida e o meu bocadinho,tardou-se (risos)

Mas cá estou eu!

Saber mais de Ti é afirmando mais ainda o laço de ternura que dia após dia meu coração sente pelo teu.

Saber e sentir o amor incondicional que tens e demonstra por tua mãe é maravilhoso e comovente.

Senti profundamente cada palavra as que escrevestes e as que estão no ar e ao redor da tua poesia, dedicada a essa heroína que merece todo mérito do mundo,por tudo o que representa.

Ela estará em minhas preces,para que recupere a saúde,para que possa usufruir da sua velhice os bons frutos das sementes que semeou por toda sua vida.

Minha mãe a seis meses sofreu um acidente doméstico e depois da cirurgia está tendo que mover-se n'uma cadeira de rodas, vim cuidar dela e estou no Brasil já a longo 4 meses,longe de casa, mas por ela faço qualquer coisa,pois mãe só temos uma e elas não são imortais por mais que pensemos que sim e sempre tento dar o melhor e mais bonito de mim para ela,pois no dia que aqui não mais estiver saberei que ela foi muito feliz e amada.

Se antes eu já admirava-te agora admiro-te mais ainda pelo ser humano que sois,pela filha que és.

Bisous Lu em Ti e em tua mamãe, que os anjos estejam sempre connvosco.

Lu Nogfer disse...

Lindalva!
Muito obrigada pela presença e pelas palavras. Seja muito bem vinda aqui, viu?
Até!
___________________________

Oi Célia!
Imagine, amiga!Foi um prazer citá-la na ilha. Obrigada pelo convite, mais uma vez!
Nao é so vc nao amiga. Também tenho tentado o desapego mais a maioria das vezes, tambem sem sucesso. Difícil mesmo, né?
Obrigada pela doce companhia. Beijo!
________________________

Dizem sim, Vera!rs
Aliás eu amo me parecer com ela!
Herdei tudo, até os exageros!rs
Foi um prazer passar lá amiga! Parabens de novo!
Beijao!

_____________________________

Boa noite querida Ronilda!
Mas estamos sempre a tempo, né?rs

Minha mãe é mesmo, uma grande guerreira, amiga! Muito obrigada por inclui-la em suas preces!
Grata também pelas palavras sempre tao carinhosas e acolhedoras, pelo aconchego de sua amizade tao recente mas parece ja de anos... e obrigada por tudo!

Cuidas de tua mae? Puxa amiga, parabéns pela grande atitude pois com certeza as mães merecem o melhor de nós! E você sera recompensada por Deus por deixar tudo, para cuidar dela. E que coincidência a tua historia com a minha, hein! E como você deixou o comentário na postagem do Google+, Passo la mais tarde e te conto o porquê dessa coincidência! Só um pouquinho mais de mim. rs

Bisous pra ti também querida e que os anjos estejam com todos nós!
Até mais.
-----------------------

MUITO OBRIGADA A TODOS, TODOS, TODOS PELO CARINHO DAS DOCES COMPANHIAS!

UM BEIJO CARINHOSO E CADA UM E UMA LINDA NOITE DE PAZ A TODOS NOS!

AH!E ÓTIMO FERIADÃO!



Sara Santana Sena disse...

Oi Lu!
Que bonita sua poesia
Mãe é mãe.
Desculpa demorar vim aqui
comentar vc, é que estou com um
emprego extra.
Gostei de ter vindo hoje.
Beijinhos da Sara

Will Willmondes disse...

Tocante, como tudo que fala do mais sagrado para nós: o amor pela mãe.

Um abraço, Lu!

Daniel Andre disse...

Boa noite Lu!
Fiquei emocionado com essa declaração de amor, e saber que sua mãe é uma grande guerreira.

Mãe é tudo, mãe é imenso amor, mãe é gratidão, mãe é porto seguro, mãe é certeza das horas incertas, mãe é brilho no olhar, admiração, esperança, amor incondicional, mãe é o sentimento mais puro e desinteressado do planeta. Mãe é preocupação, choro, acalento, mãe é magia infinita, graças recebidas. Mãe é tesouro compartilhado, mãe é a certeza dos frutos das nossas melhores qualidades, da nossa quase perfeição. Diante de tantas características lindas que encontramos no coração de nossas mães, cabe a nós a gratidão e eterno amor.

Você me fez pensar em muitas coisas sabia amiga ?

Beijão,
Fique na paz !
Dan

Lu Nogfer disse...

Que lindo, Dan! Você também me emocionou com tuas palavras inspirada aqui, sabia? Deu até vontade de postar!rs
Dia das mães vem por ai e o nosso atitude que nos aguarde!rs

Quanto a minha mãezinha, é sim. Ela é uma grande guerreira! Passou por bons bocados e está firme e forte! Grande exemplo de pessoa!
Obrigada pelas palavras, querido amigo.

Super beijo!

---------------------------


OBRIGADA A TODOS, MEUS AMORES!

BEIJOS COM CARINHO EM TODOS!

AC disse...

Lu,
As certezas, muitas vezes, são inibidoras, resta-nos a convicção do caminho a trilhar. Com o tempo aprendemos a evitar as facas, a ligar só às correntes necessárias. A sabedoria é sempre lenta, mas, mais tarde ou mais cedo, acabamos por perceber que tem a velocidade certa. Quando assim acontece, até os antídotos se diluem, por desnecessários.

Beijo :)