1 de fev de 2014

Saudade...

A saudade quando é imensa

Ela aperta dentro do peito

Deixando um espaço impreenchivel,

Uma lacuna em branco ...

Uma ausência dolorida

Mas ela é importante

Por ser construída

De boas lembranças

Por ser feita de carinho bom

Que a alma eterniza

Por ser tecida de ternura

De boa presença

De palavras doces

Em suaves tons

Palavras e ações

Que ficaram para sempre

Nas boas intenções

Aquelas que foram ditas

Muito mais com o coração

(Lu Nogfer)



19 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Lindo

Ai a saudade... que dó tanto..
Adorei o poema!

Bom fim de semana

Beijo

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Daniel Andre disse...

Bom dia amada amiga!
Hoje levantei mais cedo, pois tenho que ir ao trabalho resolver alguns assuntos acredita? E um sol lindo lá fora.

Nunca me esqueci daquele texto no seu outro blogue, onde no final dizia: saudade é o amor que fica. E é ! Porém sentir saudades é contraditório. Temos a falsa impressão de que ela é suave, mais na verdade ela vai alfinetando nosso interior, através das doces lembranças, que só poderá ser eliminada com a presença física.

Bom, amiga lindona do sorriso lindo... Parabéns por essas letras que entram em sílabas de paz, amor, ternura dentro de cada um de nós.

Belo domingo queridona, fique na paz!

Dan.
http://gagopoetico.blogspot.com.br/

Elvira Carvalho disse...

Ah! a Saudade tão cantada em Portugal. Minha avó dizia que a saudade é o que fica quando os sonhos morrem. Nunca soube muito bem o que ela queria dizer com isso mas pensando bem enquanto estamos cheios de sonhos estamos virados para o futuro e para a sua realização. Quando deixamos de sonhar começamos a olhar mais para o passado do que para o futuro. E damos guarida à saudade.
Um abraço e bom Domingo

Samuel Balbinot disse...

Boa tarde amiga querida.. falamos dela sempre.. ela esta sempre batendo a nossa porta.. nos alegrando ou fazendo chorar.. dificil descrever este sentimento.. só temos que cuidar para ele não nos aprisionar.. ainda estou no aguardo do video dos professores que ouço falando sobre ela.. vai ser muito bom entender o lado oculto da saudade.. beijão e um lindo dia
até sempre

ReltiH disse...

QUÉ TERNURAS DE LETRAS...!
BESOS

A.S. disse...

A saudade fere como uma lâmina!

Beijos
AL

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Lu. Saudade é impossível não sentirmos de situações que foram boas para nós, épocas felizes que preencheram a nossa alma de alegria.
Quando esses momentos se transformam, o que é saudável fica e sentimentos são modificados, mas aprendemos a lidar com a dor da perda.
O que não é saudável, é sentirmos uma saudade que nos faça mal, que acabe com o nosso interior, pois a vida precisa seguir os seus ciclos.
Belíssimo!
Tenha uma semana de paz!
Beijos na alma!

Marcia disse...

Ei Lu

Belissimo e reflexivo o teu poema.
Assim como Daniel, tb me lenbrei de um emocionante texto no atitude que diz que saudade é o amor que fica. Acho lindo isso e concordo que seja, porem creio que ha dois tipo de saudade: aquela que ainda esta amarga por talvez, vir de ausencia recente, e ainda machucar o coraçao. e aquela que ja ficou suave com o tempo portanto adoça o coraçao a cada lembrança. De qualquer forma, saudade é coisa boa por vir daquelo que nos fez bem, ou entao nao viraria saudade. Seria so uma lembrança vazia com com o tempo cairia no esquecimento. Eu prefiro ser sempre saudade!rs
Adoro refletir aqui.

E a canção, é meiga e deliciosa de se ouvir! Alias as tuas escolhas sao sempre de excelente gosto.

Beijo, miguxa linda.

José Carlos Sant Anna disse...

Ainda que fique escondida, abafada no sótão, é bom tê-la, pois significa que o exílio não nos basta!
Beijos, Lu!

PAULO TAMBURRO. disse...

Olá LU,

e quando o coração fala entoam-se cânticos abençoados,corpo à fora!

A energia precisa de campos imensos para escoar,pois sentimentos contidos,represados,sem leito certo para correr, fica igual a um rio de vira,poça d'água a evaporar-se continuamente, sob o sol escaldante
de uma tentativa que não foi levada à serio!

Tentar,palavrinha mágica.

Acho que é isso.

Um abração carioca.

Vall Nunnes disse...

Saudade é querer e não ter e tentar se acostumar com tanta ausência.
Bom dia moça bonita, saiba que e muito bom ter vc sempre presente
Beijooo!

Willmondes disse...

Saudade tem disto: sublinha de linha vermelha o que escrevemos com o coração.

Meu abraço!

Sotnas disse...

Olá Lu, e que tudo esteja bem contigo!

Saudade, algo que não sabemos explicar, apenas sabemos quando sentimos o que realmente seja esta tal saudade, difícil é alguém que jamais sentiu doer este sentimento chamado saudade!
E cá estou novamente a ler teus intensos escritos e admirando as belas imagens que também compartilha neste teu canto, obrigado por isto, pela amizade e visitas sempre tão gentis!
E grato eu desejo que seja sempre deveras intenso e feliz o teu viver, um grande abraço e, até mais!


Augusto Sperchi disse...

Oi Lu! Como está?
É, esse sentimento é um pouco difícil de ser definido, assim como o amor ou a ausência dele. Como disse, é até bom sentir saudade, mas que ela também dói, ah, sim!
Um abraço e tenha bons dias!

Francis disse...

Lindo Lu... Como sempre. Uma maravilhosa e real descrição dessa saudade que insiste em bater a nossa porta. Mas quer saber mesmo? O bom dessa saudade é mata-la! Rs. Duro é quando não se pode fazer isso... Ai é que essa saudade se transforma na mais profunda das tristezas... E isso dói...

Abraço Lu, demorei mais vim... Rs.

Lu Nogfer disse...

Oi Augusto.
Tudo joinha!

Nao sei se é a primeira vez que te vejo por aqui mas de qualquer forma, muito obrigada pelas palavras e pelaa visita e seja sempre bem-vindo!

Abraços.

---------------------------

Pois é Fran! Vc tem razão! Mas qdo nao se pode matar a saudade, o melhor a se fazer é eternizar as lembranças, ja que é sempre vinda das boas...

Fico feliz que tenha vindo, meu amigo!
Sempre em tempo.
Obrigada pela amizade tao carinhosa!

Um forte abraço!

--------------------------

MUITO OBRIGADA A TODOS PELA DOCE COMPANHIA.

UM ABRAÇO APERTADO DA LU E UM DELICIOSO DOMINGO!


Ives disse...

A saudade, por muitas vezes, reproduz a verdade! Lindo blog Srta, e se me permitir a estarei seguindo!
http://ives-minhasideias.blogspot.com.br/

Lu Nogfer disse...

Olá Ives!
Será um prazer vê-lo somando com tua presença por aqui. Sinta-se a vontade, amigo.

Muito obrigada pelas palavras gentis!

Abraços.

Cidinha disse...

Olá, Lu. Saudades!! Como falar de saudades, essa ausêsncia que muitas vezes oprime o peito. Seja como for é uma forma de amor! Lindo poema. Adorei vc vc lá no meu cantinho! Bjos e um bom dia. Alegra sempre meu espaço. Obrigada!