4 de set de 2013

Dosagem

Há quem seja...
Simples ou irreverente
Esperto ou inexperiente
Não se incomoda
com palavras ásperas
Gosta do doce
Mas prefere o ácido
Não se magoa
por qualquer razão
Ama sem qualquer pretensão
É sensato no que faz
Ágil no que é capaz
Ora rude, bravo, valente
Ora doce, sensível, carente
Quanto a mim...
Quero apenas um pouco desses tantos
Perder os exageros
Dosar nos temperos

(Lu Nogfer)




27 comentários:

Marcia disse...

Belissimo e intenso poema, amiga!
Eu tambem estou precisando dosar mas acho que desde que nao nos prejudique e nem aos outros a gente tem que ser quem a gente é!E os autenticom miinhas certamente aceitará cmo somos!

Que musica linda!


Beijos

Mafalda Sofia Antunes disse...

Poema maravilhoso!! Belas palavras!! Desejo que sejas feliz!! http://mafaldinhaarte.blogspot.pt

Ricardo- águialivre disse...

Bom dia

Profundo, intenso e meigo, num entrelaçar de intenções
Achei muito belo

Fique feliz
****************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Cidália Ferreira disse...

Bom dia
Sem duvida que gostei muito!

Musica perfeita

beijo

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Samuel Balbinot disse...

Bom dia Lu... aaa ficou formidabilissimo.. bem rimadinho e mostrando as duas polaridades, que querendo ou não regem nosso ser.. bjs querida amiga até sempre

AC disse...

Lu,
A condição humana é uma amálgama química.
Belo!

Beijo :)

Simone Felic disse...

BELAS PALAVRAS E VERDADEIRAS, ORA RUDE ORA CARENTE, SENSÍVEL, ACHO QUE SOU UM POUCO DISTO TUDO.

BJS

http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

A.S. disse...

Tudo deve ter a medida certa...


Beijos,
AL

Élys disse...

O ideal é sempre meio termo, acredito,mas nem sempre isso é possível.
Bela poesia!
Beijos.

ReltiH disse...

LETRAS MUY LINDAS.
BESOS

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Mas é tão difícil encontrar o peso e a medida certa.
Um poema que diz tanto e que adorei ler.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Marcia disse...

Nossa, amigaaaaa! Vc fala do seu teclado mas o meu ta mt piorrrr!Que comentário é esse q nem eu endendo?credo kd as palavras? kkkkkkkk
Entao vamo corrigir pra tu entender melhor.rs
Eu quis dizer que as pessoas autênticas em minha opinião, certamente aceitará como somos.

Se não havia entendido agora entendeu né?rsrsrs

Bejinhos

Milton Kennedy disse...

Bom dia Lu Nogfer,
uma excelente sexta pra ti.

Lu Nogfer disse...

Eu havia entendido sim, Marcia querida, mas obrigada por voltar e pela opinião.
A propósito, eu estou estudando enigmas pelo meu teclado.rs
----------------------------

Obrigada a todos e que tenham um lindo dia!

Beijos com carinho.

Bandys disse...

Oi LU,
Sera que são pessoas agridoces???

Muito bom seu texto
Bom final de semana

Dorli disse...

Oi Lu,
Não é fácil viver, faz-se necessário ter uma dosagem certa de equilíbrio para não cairmos no ridículo, também não podemos ser "moscas mortas".
Cada um tem um teto de paciência, eu pelo ao menos vou por entre linhas, deixo o galo cantar até se cansar.kkk
Chega, o resto você já sabe....
Coloquei esse blog também na minha lista dos amigos
Beijos
Lua Singular

Fernando Pacman disse...

Excelente poema, gostei muito.

Estou seguindo seu blog para acompanhar as atualizações e sempre que puder fazer uma visita.
Abraços

http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

Cadinho RoCo disse...

Quando o querer quer a permissão eis que nos tornamos seres permitidos a outros.
Cadinho RoCo

Lu Nogfer disse...

Dorli querida! Concordo plenamente com você!Obrigada pela opinião.

E sei sim o que acabou de passar e lhe sou solidária! Por vezes o jeito mesmo é vencer pelo cansaço, então paciência e deixe o galo cantar!rsrs
E lembre-se:siga sempre o teu coraçao. É dele que vem a autenticidade e a essência de tua alma boa...

Obrigada querida. O seu blog tambem ja estava na lista mas só agora esta atualizando o feed. Te falei,né? Loucuras do blogger que consertou sozinho. Ainda bem!rs
Beijos
-----------------------------------

Fernando,

Muito obrigada pela visita e pelas palavras. Que bom que gostou daqui. Seja muito bem-vindo! Estarei passando em teu espaço...
Abraços pra você.
----------------------------------

Cadinho,

Muito obrigada pela visita.
Seja bem-vindo e volte sempre que desejar!
Abç.

--------------------------------

QUERIDOS,

Obrigada a todos pelo carinho.
Já já tem novo post.

Beijos em todos e um doce domingo de paz e alegria!

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Lu.
A dosagem é sempre importante.
Quando encontramos o nosso equilíbrio, fica mais fácil de vermos a vida como ela realmente é, colocando em prática seus ensinamentos.
Parabéns.
Beijos na alma!!!!!!!!!!

Felisberto Junior disse...

Olá!
Lu
Bela reflexão
sim...sempre nos lembrar que a dosagem é a medida natural de todas as coisas ,conhecendo cada situação e cada sentimento para nos tornar hábeis em nossa caminhada,
Porém,os sentimentos de nosso coração, a perturbação de nossas paixões e a impetuosidade de nossas
emoções, dissipam todas essas conclusões...e nos faz adotar um novo paradigma segundo o qual nos sentimos a vontade da forma que somos, e aceitar nossa personalidade como ela é mesmo...A dualidade é intrínseca ao nosso ser e apenas quando a abraçamos é que encontramos o equilíbrio em nossa vida.
Agradeço pelo carinho
Bela semana
Beijos

Fernanda Oliveira disse...

Olá Lu, amei seu poema...
Ficou muito bem escrito.

E acredito que o segredo de tudo é o equilíbrio. Algumas vezes realmente exageramos no tempero. Eu sou do tipo que, ou é quente ou é frio em algumas coisas... principalmente quando se trata de amor... Então se vejo que estou incomodando com meu doce, me retiro e procuro jogar uma pitadinha de sal, entende? Agora quando me relaciono com uma pessoa que é carinhosa como eu... é diferente, ai deixo o meu coração ser quem ele sem reservas.
Sendo assim sigo a aprender a ter equilíbrio... prestando sempre atenção nas situações e agindo de acordo com elas, para não incomodar ninguém.

Beijos em seu coração!

Fernanda Oliveira

Lu Nogfer disse...

Pois é Fernanda. É isso aí. Me indentifiquei perfeitamente com o seu comentário! E assim vamos nos aceitando mas tambem, tentando o equilíbrio o qual muito bem disse o amigo Felis.

Obrigada pela presença e seja muito bem-vinda aqui, viu!

Beijos.

-----------------------------------

MUITO OBRIGADA ATODOS QUE COMENTARAM!

UMA LINDA NOITE TODOS!



MARILENE disse...

Tenho a mesma pretensão (rss). Não se pode perder o equilíbrio. Dosar é ato e sabedoria e os excessos sempre acabam machucando alguém. Ou a nós mesmos. Bjs.

A Palavra Mágica disse...

Legal esse jeito Lu de ser,

às vezes muito, às vezes pouco, mas sempre a dose certa de todas as coisas.

Beijo!

Dorli disse...

Oi Lu
Obrigada pelo comentário no meu blog
Beijos
Lua Singular

Vall Nunnes disse...

Difícil, mas possível viver menos destemperos e dosar os todos os temperos.
Você é criativa meninaaa!
Abraços