26 de set de 2016

Sei-te...

Sei-te
Desde que o amor em nós, brotou.
E tua doce boca na minha, sorriu.
Sei-te
Por todo o tempo que me dedicou.
E pelo leve voo, me conduziu.
Sei-te
Pela intensa paixão que me confessou.
E com o transparente olhar, me seduziu.

Sei-te...
E na releitura dos teus olhos nos meus,
Decorei-te inteiro...
Corpo, alma e coração.
Tudo então,
É mar tranquilo,
Caminhos com rumos,
Dias de sol."

(Lu Nogfer)



21 de ago de 2016

Na Ciranda da Vida















É noite...
Acendem-se todas as luzes,
Estrelas e vagalumes.
Clareiam-se as frestas,
Os olhares, os pensamentos...
Tudo é essência.

Os ponteiros avançam
O  tempo muda de ritmo
Escurecem-se os olhos,
Esquecem-se os dissabores.
Vence o silêncio
Na morte de algumas horas.

Enquanto tudo adormece
No íntimo de cada ser,
Mata-se a realidade
Para o sonho, viver
Intrínseco, efêmero...

Após perfeito período
Das horas amortecidas
Despertam-se os olhares
E todos os sentidos
No corpo sonolento
Magicamente, vivo.

Ouve-se murmúrios, risos...
E essenciais choramingos,
Por trás das cortinas
Brilha um convite à vida.
Claro e inebriante...
É dia outra vez.

(Lu Nogfer)




12 de jun de 2016

À Todos os Corações Apaixonados!

Escolhi estes versos entres os meus já publicados, para homenagear este romântico dia.
Que todos tenham um dia lindo, sedutor, perfumado e cheio de delicadezas correspondidas.

Feliz Dia dos Namorados!



















VEM

Vem que eu me rendo...
Traga o teu mistério,
As estrelas, o brilho da lua
E o teu lençol de nuvens.

Põe a tua alegria em meu riso,
A luz dos teus olhos nos meus
E em minha pele, o teu perfume.

Vem que eu te espero...
Traga a cancão da noite
E faça ecoar em mim
Os mais vibrantes acordes.

Refaça em mim as tuas doces loucuras.
Me acaricie, me desperte, me dê corda...
Preencha todas as minhas lacunas.
Pois quando você chega...
Tudo que estava vazio,
Transborda.

(Lu Nogfer)